NO AR
Programa: Paradao de Sucessos

Não aguento mais", gritou turista gaúcho antes de se afogar em praia de SC

O empresário Jocemar do Nascimento, 43 anos, reuniu a família para curtir o feriado de Navegantes na Praia da Ferrugem, em Garopaba, no litoral de Santa Catarina, mas se afogou no final da manhã de sexta-feira (2), ao tentar retirar do mar a filha de 13 anos.

Jamili Descovi do Nascimento contou ao GaúchaZH ter escorregado de uma pedra depois de ser atingida por uma forte onda. O pai estava tentando tirá-la da água, com os braços esticados, quando também foi derrubado por outra onda. O filho Jean, de 19 anos, pulou na água para ajudar.

— O pai começou a se distanciar e eu ouvi ele dizer: "Não aguento mais" — recordou a filha na manhã deste sábado (3).

A mulher, Sônia, e a namorada do filho, Daniela Ceconello, estavam nas proximidades e correram para pedir socorro. Conforme Jamili, o primeiro a entrar na água foi um vendedor de coco, que usou uma prancha para deixar os irmãos boiando enquanto o socorro não chegava.

Apesar de saber nadar, conforme familiares contaram, Nascimento não resistiu à força das águas. Foi retirado do mar pelo Corpo de Bombeiros. Os socorristas ainda tentaram reanimá-lo com massagens. Os filhos receberam atendimento e passam bem.

A família já retornou para Campo Bom, onde Nascimento administrava a Funilaria e Serralheria Tecno Calha. A mulher dele, Sônia, e o filho, Jean, também trabalhavam na empresa. O velório está ocorrendo na manhã deste sábado, e o enterro será no Cemitério Municipal de Campo Bom, no Centro.

A tragédia ocorreu na primeira manhã da família na praia. Nascimento havia trabalhado no dia 1º e viajou com familiares e a namorada do filho na noite de quinta-feira (1º) para Garopaba. Na página do Facebook de Sônia, foram postadas fotos do passeio deles pelas pedras pouco antes do acidente, que ocorreu por volta do meio-dia da sexta-feira. Segundo Jamili, no momento em que foi atingida pelas ondas, ela estava num local um pouco mais acima do que aparece nas fotos.

Torcedor do Grêmio, Nascimento adorava viajar com a família e participar de encontros com os amigos de grupo de moto. Segundo a sobrinha Jéssica Descovi, de 26 anos, o tio estava sempre "de bem com a vida" e exercia a profissão que aprendeu com o pai, já falecido.

O caso foi registrado na Delegacia da Polícia Civil de Garopaba, que deverá fazer a investigação das circunstâncias do acidente. Nascimento era natural de Ijuí, no noroeste do Estado, mas morava em Campo Bom, conforme familiares, havia mais de 30 anos.

Fonte:Diário Catarinense

Ao Vivo

Trânsito Agora

Tempo